Os champôs sem sulfatos conseguem remover os óleos e silicones do cabelo?
Champô Sólido

21 Junho 2021

Os champôs sem sulfatos conseguem remover os óleos e silicones do cabelo?

Os champôs sem sulfatos conseguem remover os óleos e silicones do cabelo?
Existe um mito associado aos champôs sem sulfatos. Apenas os champôs que contenham sulfatos na sua composição lavam e limpam devidamente o couro cabeludo? Não, não é bem assim. Há alternativas igualmente eficazes no que toca à limpeza e remoção de óleos do cabelo. Mas passemos aos factos e ao exemplo da Shaeco.

Em alternativa aos sulfatos - surfactantes mais irritantes -, é comum usar-se surfactantes (ou tensioativos) na produção de champô, nomeadamente de champô sólido - como acontece na Shaeco. E o que são surfactantes? São agentes detergentes conhecidos pela sua capacidade anfifílica. Isto é: na sua constituição têm uma parte hidrofílica (como o nome sugere, “adora água”, conhecida, ainda, como parte polar) e outra hidrofóbica (ou apolar, que, neste caso, “detesta água”, mas adora óleos).

Como a água não se mistura com o óleo do cabelo (tal como a água não se mistura com o azeite), os surfactantes revelam-se necessários, devendo estar presentes nos champôs para que possam criar uma emulsão e permitir que o cabelo seja devidamente lavado. Ou seja, em resumo, a parte polar reage com a água e a apolar com os óleos do cabelo. A parte apolar “quebra” os óleos em substâncias mais pequenas para que estas consigam ser removidas pela água. Conclusão, é importante termos surfactantes nos nossos champôs.

Nota: os sulfatos são surfactantes, mas nem todos os surfactantes são sulfatos! Por isso, os surfactantes são necessários para remover a sujidade e as impurezas do cabelo, mas de forma moderada/controlada. Ou seja, devemos evitar usar champôs com sulfatos mais irritantes na sua composição.

Os surfactantes / tensioativos aniónicos são verdadeiros elementos-chave nas fórmulas de limpeza. São a classe de tensioativos com maior capacidade em lavar, fazer espuma, desengordurar o couro cabeludo e a haste capilar.

Os dois surfactantes presentes nos produtos Shaeco pertencem à classe dos tensioativos aniónicos e são considerados suaves, além de premium - SCI (INCI: Sodium Cocoyl Isethionate) e DLS (INCI: Disodium Laureth Sulfosuccinate). Além disto, estes surfactantes suaves são compatíveis com o método curly girl e com a técnica low poo.

Fontes:
PiC - PORTALinfoCosméticos (Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto)
Análise Cosmética - Portal do Consumidor
Santos, Cristiana I. C. dos (2013) Propriedades interfaciais e de auto-agregação de tensioativos derivados de treonina e suas misturas cataniónicas (Tese de Mestrado em Química, Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Portugal). Disponível aqui.

Deixa o teu comentário sobre este artigo

Formulário foi submetido com sucesso.
Campo obrigatório
Email inválido
Campo com limite máximo de caracteres
Este campo não coincide com o anterior
Campo com limite mínimo de caracteres
Ocorreu um erro ao submeter o formulário. Por favor, corrige e volta a submeter.

* Campos obrigatórios

Acabou de adicionar

Ver carrinho
{{lastProduct.title}}

Subtotal: {{total_price.value}}

Loading

Por favor, seleciona um tamanho
Por favor, seleciona uma cor
Por favor, seleciona o material
Adicionado ao carrinho
{{product.featured_image.alt}}

{{product.list_title}}

desde:

{{product.previous_price.value}}

{{product.price_min.value}}{{product.price.value}}